Home / Canadá / Como tirar o visto para o Canadá (quem precisa e quem não precisa dele)

Como tirar o visto para o Canadá (quem precisa e quem não precisa dele)

A notícia de que brasileiros não precisariam mais de visto para o Canadá já está rodando há uns bons meses, mas parece que finalmente o governo canadense oficializou a situação.

O motivo de facilitar a entrada de brasileiros no país é ajudar a impulsionar o comércio canadense e, claro, uma das ótimas formas para isso é o turismo.

Portanto, a partir de 01 de maio de 2017, as novas regras de visto para o Canadá entraram em vigor. Porém, preste atenção, pois não são a todos os brasileiros que elas se aplicam.

Confira aqui com a gente as informações.

Visto para o Canadá: as mudanças

O visto canadense será substituído por um documento chamado Autorização Eletrônica de Viagem (AVE) ou Electronic Travel Authorization (eTA) e deverá ser solicitado na página oficial do governo canadense, aqui neste link:

O formulário está disponível em várias línguas.

O eTA veio para facilitar o processo de visto, ou seja, não é que agora a nossa entrada no Canadá está liberada geral, hein! Mas ao invés de ter que entrar com o pedido de Visto Turismo, que é um pouco mais complicadinho, alguns brasileiros terão mais facilidade e rapidez. Como dissemos, nem todos poderão solicitá-lo [leia mais adiante].

E lembramos também que o eTA só é válido se a entrada no país for via aérea, ou seja, se for entrar no Canadá de carro, trem, navio, etc., tem que pedir o Visto Turismo.

Quem pode solicitar o eTA?

Essas são as regras para quem pode solicitar o eTA:

✓ brasileiros que tenham Visto Americano válido;

✓brasileiros que tenham Visto Canadense vencido, mas emitido nos últimos 10 anos (se seu visto canadense estiver na validade, é só viajar com ele, não precisa fazer nenhuma solicitação nova ou diferente);

✓ brasileiros com Green Card válido.

Quem não estiver nestas condições, tem que fazer o pedido de visto canadense normalmente, o chamado Visto Turismo.

Como solicitar o eTA?

Você vai precisar de passaporte válido, um endereço de e-mail em uso e cartão de crédito. A taxa para emissão do ETA é $7,00 (dólares canadenses).

Funciona assim:

1️⃣ você entra no site

2️⃣ preenche o formulário

3️⃣ paga a taxa

4️⃣ e recebe no e-mail a confirmação, que pode demorar alguns dias.

Tenha tudo em mãos para facilitar, pois você não vai querer que o tempo de preenchimento expire antes de completar o formulário, né?!

O eTA fica vinculado ao seu passaporte eletronicamente. A aplicação é individual, ou seja, cada membro da família deve fazer o seu formulário e pagar a sua taxa.

visto do CanadáNo site tem a opção de português

Esta nova opção de visto para o Canadá facilita muito, mas o processo de admissão é igual a de um visto normal, ou seja, pode ser que a aplicação não seja aceita e também que nem todos os membros de uma família sejam aprovados. Os formulários passarão por uma avaliação, como todo visto.

Depois que você conseguir o eTA, ele fica válido por 5 anos, ou enquanto seu passaporte valer (se for tirar um novo passaporte, é preciso fazer outro pedido do eTA). No Canadá, a permanência permitida com o eTA é de 6 meses, igual no Visto Turismo.

Visto para o canadáPasso a passo no site oficial 

Dicas extras

– Apesar de estar vinculado ao seu passaporte, nunca se sabe quando as tecnologias podem dar erro. Em todo caso, é sempre bom levar impresso o comprovante do eTA com você.

– Se você for aplicável ao eTA, mas seu pedido for recusado, pode tentar dar entrada no visto de turismo normalmente.

– Lembre-se que eTA vale apenas para viagens aéreas! Essa dica é importantíssima, pois muita gente costuma visitar Nova York, nos EUA e ir de carro até Toronto, no Canadá. Se você estiver com o eTA e for fazer um bate e volta deste tipo, NÃO VAI CONSEGUIR ENTRAR NO CANADÁ.

fronteira EUA e CanadáFronteira terrestre entre os EUA e CAnadá

Não consegui ou não me aplico ao eTA, e agora?

Você vai ter que dar entrada no Visto Turismo, que é mais caro e um pouco mais chato de fazer, mas nada impossível.

O processo para tirar o Visto de Turismo se inicia no site oficial (é agora que você precisa do inglês). Há um questionário que te guia para o Visto de Turismo, começando com a filtragem inicial se você pode ou não tirá-lo:

Basicamente, é preciso reunir vários documentos, como os formulários exigidos pelo governo canadense, comprovação financeira, foto 3×4, vínculo com o Brasil, etc., pagar as taxas e mandar via internet (pelo próprio processo de preenchimento do questionário) para análise.

Se for aprovado o seu pedido, é preciso enviar o passaporte para que o visto seja acoplado nele. No blog Fazendo as Malas você encontra uma explicação super detalhada de como fazer:

Caso ache complicado demais, contrate um empresa especializada em tirar vistos, pois há ótimas opções. Pode sair mais caro, mas provavelmente irá te evitar muito aborrecimento.

E então, malas prontas?

Boa viagem!

lua de mel no Canadá

✈️ Continue sua viagem pelo Canadá aqui:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                        

Leia também:

Sobre Ana Catarina Portugal

Ana Catarina Portugal é a criadora e editora-chefe do blog Turista Profissional, relatando as dicas e experiências que teve nos mais de 40 países por onde já passou. Também escreve sobre viagens para revistas especializadas, é professora de artes, filósofa formada e mestre em História da Arte.

Leia também

Dicas de Quebec, no Canadá: tudo o que você precisa saber!

Dicas de Quebec, no Canadá: tudo o que você precisa saber!

Quebec é uma pequena cidade localizada perto da costa, no sudeste do Canadá, e é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *